Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \29\UTC 2009

Boulder Fest 2009!

Mais um grande campeonato de Boulder no Brasil!

No proximo sábado, dia 06/06, será realizado o Boulder Fest, um Festival/Campeonato de Boulder na acadeima Casa de Pedra em São Paulo. O evento conta com diversos apoios de marcas de montanha que vão garatir a boa premiação do evento, até mesmo uma passagem pra Paris!

Pra quem tá dando mole e ainda não se inscreveu, INSCREVA-SE IMEDIATAMENTE no link http://www.casadepedra.com.br/boulderfest/  e boa escalada!

O evento terá duas fases: A primeira será um festival na unidade Perdizes, pela manhã, este festival selecionara os 20 melhores escaladores da categoria competição que passam pras finais que será relizada à tarde, na unidade Chac. Sto Antônio.

Aquecendo os motores na 90° (by Brisighelo)

Aquecendo os motores na 90° (by Brisighelo)

Eu já me inscrevi e desde a semana passada estou escalando somente boulders, espero que bombe este evento!

KMON!!!

“Quem não quer arruma uma desculpa, quem quer arruma um jeito”

Anúncios

Read Full Post »

Divulgação de Apoio:

Deuter – Membro Bluesign®.
A Deuter tem o prazer de anunciar que acaba de se tornar membro oficial Bluesign®. Marca alemã centenária, especializada em mochilas sempre teve o compromisso em desenvolver uma linha de produção sustentável e amigável ao meio ambiente. Agora, em parceria com  órgão independente Bluesign®, que apoia  empresas baseadas em rigorosos critérios relacionados a sustentabilidade, saúde e segurança, a Deuter busca excelência em sustentabilidade.
Site bluesign®

O suporte Bluesign® garante produtos que utilizem componentes e processos de produção inofensivos as pessoas e ao meio ambiente. Com esse passo, a Deuter reafirma sua convicção que uma marca só pode se tornar duradoura com ações proativas em relação a um compromisso com a sustentabilidade.

Bernd Kullmann, diretor da Deuter: “Essa homologação é um marco muito importante para nós. Com o selo Bluesign® a indústria alcançou um novo nível de responsabilidade ecológica, e para a Deuter, sustentabilidade e compromisso social são elementos fundamentais da filosofia da marca. Estamos convencidos que podemos reduzir ainda mais o impacto ecológico da nossa produção, com o suporte profissional das tecnologias Bluesign®.

 

– Lançamento Conquista:

Read Full Post »

Peso X Escalada

Nestes 14 anos já vi muitas técnicas, táticas, tendências e estilos passarem pela escalada esportiva, muros ficando cada vez mais negativos, agarras crescendo, mas ficando abauladas, movimentação ficando mais dinâmica, treinamentos mais eficientes, enfim, o último aperfeiçoamento que veio foi em relação à alimentação. Os atletas se deram conta que melhorando a alimentação pode-se melhorar o desempenho em treinos e competições, não que você vá sair escalando cinco graus mais fortes um uma semana, mas se nas vias você conseguiu atingir algumas agarras a mais, esta alimentação já veleu a pena!

Escalada em Londrina

Escalada em Londrina

Dentro de todas as táticas nutricionais para escalada esportiva talvez a mais conhecida e com certeza a mais evidente é a perda de peso durante os treinos e na fase pré-competição, pois na escalada a força por si só não quer dizer NADA! O que tem sim importância é a relação força x peso, quanto mais leve, menor trabalho muscular e melhor eficiência e desempenho na via. Mas na prática não é bem isso que se vê, é cada vez mais comum ver escaladores (motivados e com boa intenção, mas talvez um pouco mal informados) perdendo, ou querendo perder peso de qualquer maneira, às vezes muito rápido, às vezes muito peso.

 Quero salientar neste post que assim como tudo na vida, o peso na escalada também tem um meio termo, pois quanto mais leve melhor será sua escalada e quanto mais desnutrido você e seus músculos pior será sua escalada.

SP OPEN de Boulder 2006

SP OPEN de Boulder 2006

 Existe um tipo de avaliação nutricional que se chama “Avaliação Subjetiva Global”, onde somente em aspectos visuais como saliência de partes ósseas, consistência dos cabelos, cor de pele, etc. pode-se diagnosticar o estado nutricional. Com esta avaliação já vi alguns poucos casos de desnutrição aguda grave, isto devido a vontade acelerada de emagrecer rápido ou demais para uma boa performance ou estética. De uma maneira geral o que sempre aconselhamos é um emagrecimento de no máximo 1Kg por semana, isto em casos extremos, e pra cada quilo perdido não voltar é necessário 1 mês de “vigília” para o organismo não querer ganhar-lo de volta. Em atletas o caso é mais delicado, pois normalmente os atletas já tem um baixo peso e se “passar do ponto” o atleta chega à data do evento com uma fraqueza e indisposição muito significativas e põe tudo a perder no campeonato, ou melhor, na alimentação. Na escalada não tem categoria por peso, mas muitos escaladores emagrecem para melhorar a performance, e por alguns emagrecerem muito mesmo a IFSC (International Federation of Sport Climb) estabeleceu uma nova regra que em breve vai entrar nos campeonatos, o(a) escalador(a) não deve ter um IMC menor que 18,5. IMC é o Ìndice de Massa Corporal, uma relação que se analisa a distribuição do seu peso pela sua altura através da fórmula Peso/Alt2. Com esta nova regra provavelmente alguns escaladores do mundial terão que comer um pouco mais ou não vão competir.

  Em outras modalidades, normalmente em lutas, alguns atletas perdem peso, às vezes só líquido para a pesagem oficial e assim entram em uma categoria abaixo do seu peso real, como a pesagem é feita algumas horas antes o atleta pode repor até os 5 a 6 litros de liquido antes da luta. Claro que essas práticas são as mais extremas vistas e são extremamente maléficas a saúde.

Portanto muito cuidado, pois o baixo peso, baixa porcentagem de gordura corpórea, bem nutrido e bom desempenho são bem próximos de desnutrido, fraqueza, indisposição e péssimo desempenho. Informe-se e otimize seu desempenho.
Mais informações sobre nutrição no site www.cnutre.com.br

Read Full Post »

– Lançamento Conquista:

Conquista

Read Full Post »

Ubatuboulder 2007

No Ubatuboulder de 2007 , depois de um dia de muita escalada, Dudu e eu resolvemos “entrevistar” a galera presente, inclusive algumas personalidades que estavam lá no dia.

A filmagem e edição foi feita pelo Dudu (Carlos Eduardo Coutinho Levy). Neste ano o Ubatuboulder será realizado nos dias 11 e 12 de Julho, claro, no pontão da fortaleza em Ubatuba, mais informações no site oficial do Linha ( www.ubtboulder.com)  que apesar de ser o dono do Pontão agora é auditor federal da Tele Sena em Brasilia.

Abraços e boas risadas

http://www.vimeo.com/4646346

Read Full Post »

Muita gente me pergunta sobre o Mundial e Copa do Mundo. Mas afinal, o que é o que? Vamos por partes.

A Copa do Mundo é um campenato anual estruturado por cerca de 8 etapas ao longo do ano, cada etapa é em um país (grande maioria na Europa), e cada escalador ganha a pontuação em cada etapa de acordo com sua colocação. No final do ano quem tiver mais pontos é o grande vencedor, um esquema parecido com o da “Formula 1”. O maior vencedor de copas do mundo é o Francês, Francois Legrand (um grande ídolo meu), Legrand venceu as copas de 90,91,92,93,97.

 Campenato Mundial é o maior campenato que temos na escalada no mundo, acontece apenas uma vez, em uma etapa a cada 2 anos. Eu tive a oportunidade de participar em dois destes campenatos, em 2005 em Munique (ALE) e 2007 Avilés (ESP), este ano o grande campenato será na cidade de Xining (CHINA), em Julho. Em Mundiais o grande detentor de títulos é também o Legrand com 3 títulos 91,93 e 95.

É dificil falar de de Copas do Mundo e Mundiais sem falar de atletas que marcaram a história do esporte, mas hoje estamos em uma outra geração. Se no anos 90 tinhamos, Francois Legrand, Petit, Lombard, Yuji Hiraiama, entre outros, hoje temos Patxi Usobiaga, Ramon Julian, Tomas Mrazéc, uma segunda geração que está se misturando com a terceira forte geração que esta vindo como Adam Ondra, Eric Lopes, David Lama.

Cada geração com sua inovadora e revolucionária característica, sempre impressionando e motivando a todos.

Aqui vai um videozinho do vencedor do Campenato Europeu de 2008, Patxi Usobiaga, que também é Bi Campeão da Copa do Mundo e duas vezes Vice do Mundial. A propósito, você já comprou sua rifa?

Read Full Post »

Resumo da trip

De volta em casa, acordando após 16 horas de sono, cansado e com 3kg perdidos nestes 8 dias. Enfretar 62 horas de voo, 11 de jet lag (mais 11 de volta agora),comidas não muito apetitosas em Shanghai e nada nutritivas nos voos. Tudo valeu a pena.

Ficamos muito bem hospedados em um bom hotel oferecido pela organização e com 3 refeições por dia, mas comer pé de galinha frito ao molho agridoce ou ovo de pato podre no café da manhã, num rola, ainda mais antes da competição. Mas por fim fomos salvos pelas frutas, pães e cereais trazidos especialmente para nós.

O campenato foi realizado na praça em frente aos dois maiores edifícios de Shanghai (um deles o 2° mais alto do mundo, com 492m), mega divulgação, uma mega estrutura, mas que poderia ser pouco mais negativa e mais bem coberta, ou se a rede de TV local não tivesse pressionado tanto pra ter a final televisionada naquela manhã, poderia ter rolado a final pela tarde, onde e previsão do tempo era otimista e de fato o tempo estava melhor. A zona de isolamento também carecia de negativos e ao menos uma lona para nos proteger do fina chuva e do vento do domingo.

Muro da competição com os dois predios ao fundo

Muro da competição com os dois predios ao fundo

No sábado ninguém fez top, o Patxi foi quem que chegou mais alto, ficou a 8 fortes movimentos do final. Eu cai em um movimento forte, uma cruzada de pequenos regletes abertos com os pés “fora de lugar” a 4 movimentos de Tomas (Alemão campeão do evento) e Amma Sachi (Japonês escalador de maior destaque em 2008 já com alguns podio no mundial). No Domingo fiquei animado em melhorar de minha colocação, mas não rolou. A via estava por volta de 8B (graduação francesa equivalente a um 10B brasileiro) O que é um nivel muito baixo proporcionalmente, mas ainda assim não rolou top, pois sob aquelas condições a via se tornara bem mais dificil.
Patxi passando veneno na "cruzada mortal"

Patxi passando veneno na "cruzada mortal"

Entre as mulheres, a disputa ficou acirrada entre Maja Vidmar (Eslovena campeã de diversas etapas da copa do mundo) e Caroline Ciavaldini (Francesa presente em varios podios da copa do mundo), empatadas nas eliminatória, Maja levou a melhor na final seguida pela francesa e Yuka Kobaiashi (JAP) em 3° lugar.

Por fim, deu no que deu. Um bom campenato com alguns “deslizes” que espero que não ocorram no Mundial em julho, também na China.

Como nutricionista fui buscar algo mais “exótico” pra comer (depois do campenato), mas só encontrei o classico bolinho chinês, rolinho a primavera e o guioza (um massa fina branca feita de arroz e frita com diversos recheios) em Shanghai a comida já esta mais “ocidentalizada” e a única coisa que a comida tem de exótica é a sujeira e mal cheiro, alguns dizem que esse é o “segredo do sabor” hehe.

Bolinho matinal nas ruas de Shanghai (este era muito limpo)

Bolinho matinal nas ruas de Shanghai (este era muito limpo)

 

 

 

 

 

 

 

 

Agradeço a todos pelo o apoio e torcida e que venha a próxima!

KMON!!!

Read Full Post »

Older Posts »