Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \28\UTC 2009

Pois é, Barcelona foi inesquecível mesmo, me marcou muito, espero que seja a primeira experiência de muitas desse nível! Pós Barcelona, voltamos pra casa de Patxi novamente, onde Pikuira e eu escalamos um dia em “Korea”, um dos picos mais famosos e respeitados no Pais Basco, onde as vias vão de 7B+ (8C) a projetos de 9A/9A+ (11C/12A). de lá fomos novamente à França, exatamente em “Gourges du Loup”, esse é considerado o povoado mais antigo da França e um dos mais picos mais antigos de escalada de toda a França também. Lá, ficamos escalando com Magnus (NOR), Sachi (JAP) entre outros monstros.

Ruas de Innsbruck

 Depois de 3 dias de climb, e banho de rio, partimos pra Imst, Áustria, mais 1100 km num dia (Pikuira, tira logo a carta!! hehe).

Passamos primeiramente por Innsbruck, onde esta situado o que melhor ginásio que conheci até hoje, todos os escaladores de ponta de toda a Europa passam uma fase do ano por lá treinando, é de qualidade mesmo.

Chegou o dia! Eliminatórias em Imst, me sentia bem no dia, e na via, mas aqueles dias em rocha e de viagem quebraram um pouco o ritmo de treino e competição, escalei pouco mal em uma via e pouco melhor em outra, mas não o suficiente para passar, pego o 38° lugar.

Eliminatórias em Imst, David Lama e eu

Já no dia seguinte, pego um trem para Viena e o vôo de volta ao Brasil. Já em casa ponho a cabeça no lugar, e absorvo todo esses 48 dias de viagem que contarei aos meus netos, hehe.

No segundo semestre no Brasil, tivemos apenas as duas etapas do Brasileiro, uma em Curitiba em outra em São Paulo, ambas termino em 1° lugar e consagro me o primeiro Penta – Campeão de Escalada Esportiva!

Final do Brasileiro, Etapa de Curitiba

Uma outra surpresa logo na seqüência que tive foi o convite da Lippi (marca Chilena de roupas) para participar do 9° OPEN Sulamericano de Boulder. Demoro!! KMON!! Vamu que Vamu!! Hehe. Acabou o Brasileiro de via, escalei dois dias de boulder e embarquei pro Chile. Os muleques estavam treinando a mais de 6 semanas pra esse campeonato (assim que é bom!!)

Foram 3 dias de evento, nos 2 primeiros me poupei para dar o máximo no 3 e último dia, o das finais. De fato me sentia bem no último dias, mas como disse, os muleques estavam fortes, sai em primeiro desde o primeiro boulder, mas um vacilo no 5° e último boulder fez com que o Jesús (escalador mais forte do Chile) levasse a vitória, mas com merecimento, escalou muito e lutou por isso.

Aproveitando pra fazer boulder a 3000m, Chile, no final falata um pouco de ar já

Agora estou em plena férias do treino, sem apito de relógio, sem treino, apenas um climb for fun., só falta um dedo, o dedinho da mão esquerda parar de doer, acredito que até dia 11 de janeiro já tenha parado.

Agora são 1 da manhã e tenho que preparar a mochila, amanhã as 6 da manhã parto para São bento, casa do Belê e Nívea o Pikuira deve chegar umas 14h.

Virada de ano será bacana em São Bento.

Quem tava nesse dia se lembra bem, hehehe. Favor não comentar essa foto. Feliz 2010!!!

Um bom 2010 a todos nós, com muitas realizações e cadenas!

Muito obrigado a todos que colaboraram, torceram e me ajudaram muito neste 2009, se nomear a cada um vão uns 4 posts. Mas sei que cada um sabe de que forma me ajudou e sabe o quanto sou grato por cada umas dessas coisas.

Muito obrigado.

KMON!!!

Que venha 2010! Nos vemos lá!

Abraço

Read Full Post »

Bom, só pra complementar, o “Boulders Fest” me deu uma mega ajuda nos custos da trip já que ganhei uma passagem pra europa na premiação (dentro de muitos outros prêmios). Pois bem, naquele momento, terminando o Boulder Fest só tinha foco pra uma coisa, a Copa do Mundo!

Os dias se passavam, os treinos sendo feitos “à muerte” e a data da trip se aproximando. Embarquei dia 8 de Julho, com a cabeça a mil. Grande objetivo: Melhorar a marca de 20° colocado na Copa do Mundo. Objetivo: Passar para a semi-final da Copa do Mundo (passam 26 atletas) ….realmente foi alucinante.

Chamonix com Mont Blanc ao fundo

A primeira parada, Chamonix, dias 12 e 13 de Julho, cidade linda, aos pés do Mont Blanc, primeira etapa da Copa do Mundo dificuldade 2009. Estava me sentindo bem, mas havia 2 anos não competia nesse nível e nunca nesse formato flash. Entrei na primeira via cotada em 10a/b e cheguei a 4 movs do fim, fiquei confiante pra passar, sendo que a segunda via minha era bem mais fácil, um 9C bem “fazivel”. Descansei bem, entrei na via, passei bem os “cruxs”, toquei a última agarra mas não segurei o pêndulo e cai. A proximidade desse toque para o donínio da última agarra, me custou, fiquei em 32° ao invés de 23°! 

Primeira via de Chamonix

Apesar dessa colocação foi muito bom esse campenato pra eu ver o nível que eu estava, me animei!!

Nos dias seguintes, recebemos um convite do organizador do Master de Serre Chevalier (campeonato que existe ha 20 anos) para competirmos, Gabor (Húngaro com a gente na trip) Pikuira e eu. Pegamos o carro do Patxi e descemos para 5 dias dias de treino em Grenoble, de lá, mais 150km para Serre Chevalier. Me impressionou o tamanho e tradição do campenato, mega público, aos milhares, todos pagantes, ingressos se esgotaram em poucas horas! realmente um mega show, luzes som, efeitos visuais e os melhores do mundo escalando. Por um erro de leitura, fiquei em 14°, mas vamu que vamu!

Treinando em Grenoble

De lá fomos para a casa do Patxi que nos esperava pra 2 semanas de treino intenso,então bora lá! Fomos Pikuira e eu 1300km em um dia! (tira a carta logo Pikuira!).

Na verdade, nunca tinha visto e vivido treinos tão exaustivos, 5 a 6 horas de campus e finger sem parar, sequências de vias, boulders, etc..No final da primeira semana sentia dores em todo o corpo, uma sensação mortal de que nunca mais iria recuperar meus braços. hehe

Em uma rotina regrada de acordar, treinar, comer, treinar e domir passavam se as horas e os dias. No dia de descanso só dormimos (e comemos, hehe).

Depois depois de mais uma semana já mais tranqulo com os treinos, partimos para Barcelona, bem motivados e confiantes. Escalei a primeira via e cai num mov forte que derrubou muita gente, esse momento foi um baque forte, mas esse dia foi um dos melhores da minha vida.

Sabia que se fosse MUITO bem na segunda via poderia passar, mas bem, quase como mandar a via de uma Copa do Mundo e logo depois de cair em uma depois de treinar muito… acho que foi a maior batalha interna que ja tive me competições, tinha que reverter e escalar mais que bem! Sem mais delongas, mandei a via! No vídeo num dá pra ter idéia de quanto tijolei, é um estilo difícil de escalar. KMON!!!

Já na sequência venho a confirmação; Pikuira e eu na Semi- Final!!!!! UUHHUUU!!! hehe. Sem muita comemoração, descansamos para o dia seguinte. Dormimos bem, em um hostel legal. Na leitura já vi que num era uma via “fluida” era uma refletera infernal, de pés e posicionamento ruins. Estava com a essência do dia anterior, escalei lutando a cada movimento, via cotada em 8C/8c+ (11a/11b) a vista! Quando desci e esperei o resultado, demorou pra cair a ficha..15° Colocado!!!! Fiquei mega emocionado, a comemoração foi à altura, hehe.

Continua…

Read Full Post »

Fim de ano, verão, viagens  se acertando, os dedos vão desinchando ao mesmo tempo que sinto meu corpo relaxar e a gana de escalar aumenta, mas é melhor deixar a gana se acumular, agora é meu descanso.Este ano foi o melhor da minha carreira, e sinto isso ano após ano (ainda bem).

É fundamental uma rocha no meio dos treinos. Fim de tarde no Baú depois da "Parque dos Dinossauros", com Eliseu Frechou e Marcio Bruno (11/04/2009)

 Começei o ano treinando para o Master de Santiago, no Chile (será igual em 2010). Um campenato bem dinâmico, com disputa acirrada, um muro muito loco e uma organização exemplar! A data foi nos dias 6 e 7 de março, meu objetivo era vencer como no último ano, mas o Daniel Woods, mostrou que realmente tinha feito a lição de casa, treinando fortemente 5 semanas antes do campenato, mas meu 2° também me tranquilizou, dei meus 100% e hoje sei que isso é o mais importante.

Final do Master de Santiago (07/03/2009)

Logo depois, 3 semanas , já no Brasil, pós Chile, inauguro meu blog com já com uma excelente notícia já no segundo dia, o convite para participar do Master de Shanghai, somente para convidados. Depois de uma correria, pra arrumar tudo de última hora (inclusive $$$ com amigos, no qual sou eternamente agradecido), estruturei um treino maluco de domir de dia e treinar de madrugada, 5 dias antes de partir, viajei 31 horas, cheguei um dia antes do campenato, competi 2 dias, e voltei no dia seguinte, mais 32 horas de voo! Resultado: 3,5 Kg perdidos em 8 dias de trip e 3 dias durmindo sem parar (52h) , só levantando pra comer algo rápido e e ir ao banheiro. Isso sem falar que foi foda completar 25 anos já sozinho na China, sem net nem telefone. hehe. O campenato rolou nos dias 2 e 3 de maio, meu niver é 4.

Treinando as 2 da manhã na 90°

O campenato em sí, foi mais ou menos, um muro alto, mas não tão negativo e sem cobertura, que prejudicou 100% o campenato e os escaladores que escalaram praticamente de patíns, tirei o 7° lugar, mas sei que no seco seria diferente. O loko mesmo foi conhecer um pouco de outra cultura BEM diferente, seus costumes, comidas, arquiteturas e tradições são realmente bem diferentes do ocidente, sem falar dos contatos que fiz com outros escaladores, como o Campeão Mundial Patxi Usobiaga ( principal cliente da CNutre).

Depois de descansado, uma “turbulência pessoal” e vendendo rifa adoidado para poder ir ao mundial no meio do ano, recebemos a confirmação do “Boulder Fest”, um grande campenato de Boulder promovido e organizado pelo ginásio Casa de Pedra,  com grande premiações, que aconteceu no dia 6 de Junho . Já de imediato dei uma “alterada” na minha planilha que focava a resistência das vias do mundial, para a força, explosão e potência dos boulder da CP, um olho no peixo e outro no gato. Realmente estava forte, cheguei confiante focado e “afiado”, levei o campenato com extrema satisfação!

Eliminatórias do Boulder fest

 

Continua…

Read Full Post »

Ontem à noite, com um frio em Santiago e uma disputa acirrada terminou o 9º Open Sulamericano de Boulder em Santiago, Chile.

Eram 4 boulders para 5 escaladores.  Primeiramente lemos todos os 4 boulders de uma vez na ordem de entrada, fiz uma leitura otimista, sabia que podia encadenar todos os boulders, estava me sentindo bem. Saimos os 5 no 1º boulder, eu encadenei à vista e ninguém encadenou em nenhuma de suas 3 tentativas. Lucas sai fora. No 2º boulders, entrei somente duas vezes sabendo que nao fui o pior, no final estava empatado em 1º com Jesús ao tocar a última agarra. Tomás saiu fora. No terceiro boulder Facundo, Jesús e eu tocamos a penultima agarra e por desempate do último boulder, Facundo caiu fora. Estavamos por fim, Jesús e eu no último boulder, um boulder onde os route setters deram mole e deixaram passar um movimento no qual se cortava 11 movimentos de um longo boulder, ao invez de ter 19 movimentos, o cortamos com total de 8. Entrei eu 1º, e rapidamente, quando me dei conta, estava com as duas maos na penúltima agarra, olhando a última, em um movimento que cai porque caí (de bobera), antes mesmo de tocar o crash, já lamentava a mim mesmo o 2º lugar, pois desta maneira o boulder era fácil e que Jesús num ia dar esse mole. Também picotou o boulder e mandou, sendo assim o grande campeao! Jesús escalou muito bem os 3 dias de competiçao e treinou algum tempo especificamente para esse campenato e mereceu ganhar esse campenato. Felicitaciones Jesús!!

14

Jesús, sexta, nas semi-finais

Avistando 1º boulder da final

O Campenato foi de uma organizaçao e grandeza exemplar, o lugar, o muro, os boulder, tudo. Obrigado a Lippi pelo convite e parabéns pelo campenato.

Bom, termina assim mais uma temporada pra mim, foram 10 campeonatos neste ano, meu corpo pede descanso, agora é hora de desfrutar, recuperar corpo e renovar a motivaçao para 2010. (começando pelo grande Master de Santiago, que virá maior que os outros anos, KMON!!!)

Em breve vou postar fotos deste e de outros campenatos e farei post como retrospectivas deste ano que passou.

Valeu pela força de sempre!

Grande abraço a todos, nos vemos em breve ai.

Read Full Post »

Nas finais de Hoje!!

Ontem foram as semi-finais, dei um ou dois pegas no maximo por boulder e assim passei em 4º para as finais de hoje.  Por fim entao, chega o grande dia,  sei que tenho que dar tudo, os muleques tao forte!

Passamos na seguinte classificaçao:

1º – Tomás Ravanal/ 2ºJesús Gonzales/ 3º Lucas Gaona/ 4º César Grosso/5ºFacundo Langbehn

Hoje é o grande dia e a noite será o grande momento.

Supostamente o site www.escalando.cl (revista chilena de escalada) iria atualizar constantemente a página com resultados do campenato. 

KMON!!!

Read Full Post »

Nas Semi-finais de hoje!

Ontem a noite terminou as eliminatorias do Master Sulamericano de boulder, aqui em Santiago, onde passaram somente os 10 melhores escaladores. Os boulders estavam fortes e todos os boulder foram encadenados, mas nenhum escalador mandou todos os boulders.

Eu passei em 5º lugar, sem me “matar”, tendo assim braços pra hoje e amanha (o teclado é Chileno, hehe).

Os resultados parciais sao:

Máster masculino
1. Tomás Ravanal – 228 pts.
2. Lucas Gaona – 228 pts.
3. Facundo Langbehn – 228 pts. (15 anos)
4. Jesús Gonzales – 224 pts.
5. César Grosso – 220 pts.
6. Daniel Herrera – 214 pts.
7. Blas Sepúlveda – 204 pts.
8. Sergio Quiroga – 202 pts.
9. Pablo Lizama – 200 pts.
10. Gonzalo Vásquez – 200 pts.

Hoje a noite a pressao sobe!

Quem quiser acompanhar melhor acesse o link www.escaladacafe.com.br que tem mais infos e foto do evento

Abraços

Read Full Post »

Vídeo do Brasileiro

Depois de 3 horas de atraso no voo por uma parada inesperada em Buenos Aires, cheguei bem, agora estou descansado! Termino agora meu lanche antes das eliminatórias aqui em Santiago, no mesmo instante recebo o Vídeo da final do Brasileiro do último sábado. O vídeo foi filmado em Full HD e editado pelo Dudu (quem escalado no começo do video).

Acesse o link para ver o vídeo

http://vimeo.com/7945280

Até breve

Read Full Post »

Older Posts »